terça-feira, 8 de abril de 2014

Privado vs Público = Veloster x Fusca. O porquê.

É comum vermos exemplos e ouvirmos sobre a forma em que o setor privado é superior ao público, entretanto, eu acho que não muito comumente pensamos no porquê disso ocorrer. Dissertarei sobre isso.

O primeiro - e talvez o mais importante - ponto a ser abordado, é a concorrência. Ela tem tantos sub fatores ligados à ela que fazem com que seja um ponto absurdamente relevante.

Temos logo que ver que o serviço público geralmente é um monopólio. Seja de segurança, polícia, cartórios - embora já existam certas concessões e, com infinitas aspas, "privatizações" nesses setores - entre outros serviços. Nós podemos ver claramente onde isso pode falhar. Seja no Brasil de 400 anos atrás onde havia crises de abastecimento por conta do monopólio - concedido forçadamente pela coroa aos amigos do rei - ou atualmente, nesses serviços completa e simplesmente horríveis, como a segurança.

Entretanto, podemos ver claramente exemplos onde a concorrência nos dá excelentes resultados. Na concorrência brutal entre as grandes montadoras de carro, como: Chevrolet, Ford, Kia, Toyota, Fiat, etc.. Onde nós temos diariamente novidades. Seja em carros com bancos de couro ou carros com teto solar, e mais! Com essa concorrência, acarreta o barateamento dos produtos anteriores, os carros como Gol, Uno, Celta, trazendo menores preços para estes.

Enquanto isso, na nossa distopia socialista vigente em Cuba, vemos apenas carros do início do século passado na rua.

E os exemplos vão correndo infinitamente. Seja no nosso transporte coletivo com serviços péssimos aqui no Brasil por conta de um monopólio, enquanto Hong Kong possui o melhor transporte coletivo do mundo e privado - Hong Kong é o segundo país, segundo o heritage foundation com maior índice de liberdade econômica - !

E talvez o exemplo mais comum - e controverso - dos socialistas são as inovações tecnológicas da URSS. Coitados, mal sabem eles que os setores que a URSS mais teve desenvolvimento foi nos que competiram com os EUA, não obstante, ainda vemos outros inúmeros fatores. Seja que a URSS foi o único regime socialista que obteve avanços em tecnologia, ou então que a concorrência por si só não traz desenvolvimento, porém, incentivos para isto baseado no lucro ou não, a concorrência incentiva as pessoas à melhorar.

E talvez um fator muito importante da concorrência também seja a possibilidade do surgimento de pequenas empresas. Um mercado regrado e controlado acarreta no sufocamento dessas pequenas iniciativas - que muitas vezes trazem grandes melhorias, como a Microsoft, uma das maiores competidoras no mercado atual que foi concebida em uma garagem. - se tivéssemos um monopólio estatal, dificilmente a  Microsoft surgiria.
Entre outros exemplos, como, por exemplo, o Walmart recorrendo à justiça para aumentar o salário mínimo nos EUA e sufocar os pequenos concorrentes.

Entre todos esses fatores - praticamente todos decorrentes da concorrência - creio eu que seja fácil derivar a resposta da indagação "Qual o porquê da iniciativa privada ser melhor que as empresas estatais?"

Um comentário:

  1. Cara, o outro carro é um New Beatle e não um Veloster, como afirma o título.

    ResponderExcluir